quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

De mãos abertas

"A menina perguntou:
- Como se faz para manter um amor?
- Pega num pouco de areia e fecha a mão com força.
A menina assim fez e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia se escapava.
- Mas assim a areia cai!!!
- Eu sei. Agora abre completamente a mão.
A menina assim fez. Veio o vento forte e levou consigo a areia que restava.
- Assim também não consigo mantê-la na mão!
- Agora pega outra vez num pouco de areia e mantém a mão semi aberta como se fosse uma colher. Suficientemente fechada para protegê-la e suficientemente aberta para lhe dar liberdade.
A menina experimentou e viu que a areia não se escapava da mão e estava protegida do vento.
- É assim que se faz para manter um amor?
- Se queres muito alguma coisa, deixa-a livre. Se ela voltar será tua para sempre, se não, é porque nunca foi tua de verdade."
autor desconhecido

5 comentários:

spritof disse...

...e isto torna tudo tão mais...leve e verdadeiro.

Cris... disse...

Essa é e sempre foi a minha filosofia de vida.
Obrigada por me re-lembrares!

TM disse...

Spritof - Se alguém me ama porque assim o escolheu esse sentimento será muito mais belo que qualquer outro sentimento...

TM disse...

Cris - You're welcome...

M. disse...

"O Amor é a fusão do Espírito Divino com o Universo Infinito; é o sentimento mais puro e sublime que pode existir."

M.