quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Perguntas...

Qual poderá ser a justificação para alguém que insiste em nos fazer ver o mundo pelos seus olhos?
Afinal onde para o direito à diferença?
Eu não vou gostar de amarelo porque os outros gostam!!!!

8 comentários:

Ianita disse...

Mas podes tentar entender quem gosta. É só isso...

O Mundo é uma igualdade feita de desigualdades e não vamos a lado nenhum se nos mantivermos teimosos na nossa visão, nos nossos gostos, nas nossas coisas. Às vezes faz bem ver o Mundo com outros olhos, não quer dizer que mudemos o que somos e o que pensamos, mas ganhamos perspectiva e respeito pelos outros...

Kisses

sol* disse...

Por vezes quando descobrimos verdades importantes, queremos mostrá-las aos outros, para que atinjam o mesmo nível de insight que nós atingimos nesse momento, esquecendo-nos, frequentemente, das diferenças, é verdade... Esquecendo-nos que cada um é livre de seguir pelo caminho que entender, mesmo que nós achemos que não é o mais correcto... A coisa agrava-se quando são pessoas de quem gostamos muito e com quem temos muita proximidade... Por vezes há histórias que se cruzam, havendo a tendência para a confusão e mistura...
Chegados aí, a essa confusão, há que fazer uso do bom-senso, pedir desculpas e respeitar a diferença, mesmo que ela continue a chocar com (pre)conceitos nossos...
Não é tarefa pacífica...

Vício disse...

é bom que isso aconteça desde que não impeça ninguém de continuar a ver pelos seus olhos também!

TM disse...

Ianita - Eu entender entendo, sem problema algum.... o que me faz algum prurido é a opção por não tentar compreender que eu não tenho que gostar....

TM disse...

Sol* - Todos somos diferentes, e o melhor caminho para se alcançar uma convivência saudável é aceitar essa diferença.... ao invés de impor a igualdade...

TM disse...

Vicio - O que é lamentável é quando esperamos que os outros vejam o mundo pelos nossos olhos, ao invés de pelos seus....

PAULO LONTRO disse...

De facto não vem mal ao mundo se alguém tentar que outro veja a vida também por outros olhos, ou com outros óculos.
Já o facto de insistir, presumo que advertido, e contra a vontade do outro aí sim pode ser desagradável.
Inteligente é no entanto a pessoa que por sua iniciativa se dê ao prazer de ver o que a rodeia com os seus olhos mas também com outras perspectivas que não as suas.

TM disse...

Paulo - Então conheço alguém muito pouco inteligente.... digamos que a sua inteligência existe na proporção inversa da sua capacidade de ver outras realidades que não a sua....