sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Causa e efeito...

Supostamente tudo na vida tem uma origem e um fim... mas será que em tudo na vida ambas as partes se revestem de algum interesse?
Naturalmente os nossos actos terão consequências.... mas de que forma poderemos nós distinguir esta situação em que efectivamente apenas nos interessam os actos, daquelas em que o interesse reside nas consequências...
Se eu, num determinado momento apenas quiseres pensar nas causas, estarei a errar por não me interessarem os efeitos...

5 comentários:

TT disse...

Acho que "nem tanto ao mar nem tanto à terra"!

Desde que a actuação seja sincera / genuína, as acções valem o momento, as consequências podem ser abraçadas ou atenuadas.

A vida tem uma maneira própria de se manifestar...algumas vezes interessam-nos os actos a acabamos por adorar (ou não) as consequências, outras pensamos nas consequências e deviamos estar apreciar os actos (perdendo o essencial do momento)!!

Pergunta dificil, resposta sem soluções, ainda mais dificil!! :)

TM disse...

TT - Eu não digo que isto aconteça em todas as situações, apenas questiono até que ponto poderá ser um problema ou não se isso acontecer..

M. disse...

Se calhar a questão não reside no que nos interessa a nós. As consequências não se podem evitar, conforme a escolha assim será a consequência...Podes não pensar na causa, mas ela estará lá...

M.

TM disse...

M. - Sim ela existirá sempre... mas eu posso não a ver... pensar... acreditar.... sentir...

M. disse...

Concordo, mas mesmo que não a vejas, penses, acredites ou sintas, vais ter que vivê-la consciente ou inconcientemente, porque ela existe e foi um produto da tua escolha...

M.