segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Um questão de sorte...

Dizem que para tudo na vida é preciso sorte, mas afinal o que é essa coisa a que chamam de sorte...
A sorte é algo espontaneo ou poderá ser conquistada com algum esforço e motivação?
Pessoalmente acho que a sorte é algo que surge naturalmente, e ou existe ou simplesmente não existe.... mas paralelamente também me questiono se existe alguma forma de atracção para conseguir possuir isso a que chamam de sorte....
E ainda no que diz respeito à sorte, acho curioso que são muito poucas as pessoas a que chamamos de sortudas que têm uma noção real do quanto são bafejadas por essas conjunturas favoráveis, e sinceramente acho que é, em parte, por não o saberem, que são ainda mais sortudas...
Efectivamente a sorte é algo complexo e extremamente relativo, porque se eu me considero com sorte por ter na minha vida um conjunto de situações que vejo como favoráveis, para outra pessoa elas podem não ou ser, ou ainda que o sejam por as achar insuficientes, não se considerar com sorte...
E no fundo, é tudo uma questão de sorte... ou de sortes....

5 comentários:

Vício disse...

aquilo a que chamam sorte é apenas algo que acontece por acaso porque nos recusamos a procurar um Dr. Caramba ou outro afim!
com eles deixava de ser sorte e passava a ser uma certeza!

TM disse...

Vicio - A certeza que desperdiçaste o teu dinheiro para o dar a alguém que vive às custas da tua estupidez...

M. disse...

Na minha prespectiva aquilo que consideramos sorte,por um lado, parece que pode ser atraido se existir um certo positivismo na vida de uma pessoa. Mas por outro lado também me parece que o conceito de sorte como o conhecemos é algo relativo.

Só por curiosidade:
Falamos de sorte e daquilo que ela representa. Se calhar para nos ajudar a compreender melhor o que é a sorte, podemos questionar as suas origens.

Por exemplo no Budismo, entre outros movimentos, são conhecidos e levados muito a sério os ideais de Dharma - que resumindo é aquilo
que se recebe sem esforço, derivado das boas acções (Sorte) e Karma - que resumindo é aquilo que se tem que pagar através do sofrimento, derivado das más acções (Azar).

Talvez este conceito que se fala, e tantos outros que utilizamos como palavras soltas no nosso dia-a-dia, que de certa forma nos inquitam e que desconhecemos as suas origem, sejam heranças, de um passado, desgastadas pelo tempo que ainda hoje circundam entre nós.

M.

TM disse...

M. - Então e como se explicam aquelas pessoas, que têm sorte apesar de não praticarem o bem?

M. disse...

Sabes, acredito que independentemente da sorte que se possa ter todas a nossa vida será um reflexo das nossas acções.

M.