quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Happy Endings...

Quando ouvimos, lemos ou vemos uma história estamos sempre à espera do momento em que tudo acaba bem, porque tudo está bem.... e esquecemos tudo o que foi vivido para nos recordarmos apenas de um momento breve e fugaz....
Mas será uma história menos feliz por não ter o tradicional happy ending?
Como pode um momento tão curto determinar a intensidade, e mais ainda a felicidade, de todos os outros momentos que partilhamos?
Pessoalmente não considero que seja o final a parte mais importante de uma história... e menos ainda que seja determinante para a intensidade com que foi vivida....
Como poderei eu dizer que não amei alguém, apenas porque não partilhamos o felizes para sempre.... se eu sei que fomos felizes juntos....
Ainda que todos esperem o momento em que tudo acaba bem para poder determinar o interesse relativo de uma história, eu prefiro ler todos os capítulos que a escrevem, e não me cingir àquele em que termina....
Sei que amei, ainda que não no futuro, e ainda que apenas tenho sido feliz no passado....
E ainda que nem tudo acabe bem, é a forma como as memórias se escrevem em nós que ditam o quando uma história foi feliz, não o curto capítulo em que nem tudo acabou bem....

7 comentários:

PAULO disse...

Entendo muito bem o que queres dizer e concordo a 100%.
Ás vezes, só mais tarde ou muito mais tarde se consegue ver a situação dessa maneira mas ... mais vale tarde do que nunca.

TM disse...

Paulo - Até porque nunca é tarde demais para se voltar a ler uma história e realmente ver o que nela se escreveu...

Ianita disse...

As histórias com happy endings só existem em ficção. Por isso é que os meus livros favoritos não são os que têm o tradicional happy ending... Terá o Heathcliff amado menos a Cathy só porque não ficou com ela? Terá a Cathy amado menos o Heathcliff só porque casou com outro?

Eu amei muito. Muito mesmo. E sei que fui muito amada. Embora hoje esteja sozinha. :)

TM disse...

Ianita - Não é necessariamente assim, mas é tendencialmente assim... a verdade é que por serem tão raros fora da ficção, os happy endings são tão idolatrados....

Ianita disse...

A História está muito cheia de amores trágicos. Porque "valores mais altos se levantam", quando falamos de amor. Valores de Estado, de Família, de Dever, de conveniência até...

Eu quero o meu happy ending, mas...

Sorriso disse...

em teoria eu concordo plenamente com o que dizes, tm...
contudo, reconheço a dificuldade em encararmos "aquela" história como uma história de amor enquanto o bater do coração ainda é demasiado apressado para nos deixar pensar que "foi bom enquanto durou"...
é que eu sou daquelas que DETESTA o final do Casablanca...
;)

TM disse...

Sorriso - E será que porque alguém te fez sofrer deixou de existir o momento em que tu amaste? Pode morrer o amor, mas algures ele terá vivido...