segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Just a little respect...

Enquanto eu ía crescendo ensinaram-me que devia de respeitar o mais velhos, e ao mesmo tempo que me fazia eu ia pensado em porque o devia fazer, porque eles mereciam o respeito, ou porque eram mais velhos?
Hoje vejo o respeito com uma demonstração da nossa capacidade de viver em sociedade, que demonstra que os nossos olhos estão disposto a ver que ainda que sendo todos diferentes partilhamos os mesmos direitos e deveres....
E assim, considero que o respeito é um bem que devo partilhar não pela idade da outra pessoa, porque qualquer criança o merece da mesma forma que uma pessoa de idade maior...
Não são os velhos que merecem respeito, são as pessoas (para não falar de todos os outros seres vivos...), e porque todos somos pessoas, deveremos respeitar todos...
A verdade é que digo isto porque ao longos dos anos, a forma infeliz como algumas pessoas de idade maior foram agindo, fez-me questionar o respeito que lhe era devido...
É que da mesma forma que o respeito não tem idades, não deverá ter apenas um sentido.... No mesmo momento em que eu devo respeitar todos os outros, desejo que eles me respeitem a mim....

8 comentários:

Vício disse...

também já o conheci mas não o vejo há muito tempo!

TM disse...

E isso é extremamente lamentável.... demonstra que estamos a desaprender a conviver...

PAULO disse...

Concordo com cada palavra escrita.
Há de facto pessoas mais velhas que sob esse "toldo" põem e dispõem sem o mínimo de respeito.

Já estive bem perto (de pensar ...) em dar um murro nos dentes de um ou outro (ok, na falta de dentes.. no nariz).

TM disse...

Paulo - Sabes que isto tudo tem a ver com o facto de eu viver no sitio pequeno, em que de pequena me fui habituando a cumprimentar todos na rua, e sabes que na maioria das vezes não me respondia? Os velhotes.... Vá-se lá saber porque....

Dudaninha disse...

É realmente muito triste a falta de respeito que se vê nos actos de muita gente e no fundo eles acabam também por estar a faltar ao respeito a eles próprios!

TM disse...

Dudaninha - Quase tão triste como essas pessoas não perceberem o que estão a fazer a si próprias....

najla disse...

Como também fui criada numa pequena freguesia, onde todos se cumprimentam e se conhecem, foi-me incutido pelos meus pais a palavra respeito. E o respeito não era mais que saudar educadamente. Depois, em relação a familiares, era o tal "beijo"...eu tinha de dar e de receber (o que confesso, às vezes apetecia-me "desrespeitar"); com os colegas (que eram da mesma idade que eu), aprendi que havia diferenças e a respeitá-las.
Ou seja, o respeito passa pela cumplicidade, saudação, educação, igualdade, aceitação, tolerancia...enfim, um leque vastissimo.
Tambem tenho de concordar com a TM, em que por vezes coloco em questão o meu respeito para com os outros, devido ao incumprimento de alguns parametros (que escrevi acima).
E triste fico em ver que esta nova geração, não sabe o significado dessa palavra!

TM disse...

Najla - Sim infelizmente não se cresce hoje a aprender o mesmo... mas é-me igualmente triste ver que aqueles que já crescerem há muito se esqueceram do que aprenderam...